segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Sem preconceito


Os endereços da vida sem preconceito
Na ânsia de voltarem um dia
Podem ocorrer em qualquer lugar
Há desejos morando por aí.

Tem que ser um querer sem fim
Tudo deve valer para todos
Mesmo os que ainda não afloraram
Que a mágoa nunca os perturbe.

Há tanto entre o ir e o vir
Da criança ao mais adulto
Porque os bem-te-vis cantam
Sem perguntar jamais a quem.

Vany Campos
20-9-2014